Em modo conserva

Quem me conhece bem, sabe que adoro cozinhar. Mas desde os Açores que não me dedicava ás conservas…mas ontem isso mudou. A equação foi simples: 

Promoção de tomates madurinhos +  livro “Jamie at Home” = frasquinhos de ketchup e molho de tomate em conserva!


Além dos tomates madurinhos tinha um vaso cheio de manjericão na varanda, mesmo cheiroso e a pedir para ser aproveitado (agora o pobre vaso tem meia duzia de timidas folhinhas).



Ok, ok, passei a tarde na cozinha e ás 22h da noite ainda tinha o fogão cheio de panelas com frascos a pasteurizar. Mas a casa cheirava tão bem, a minha dispensa está tão mais composta e adoro a ideia de uma boa conserva para nos trazer um bocadinho de sol nos dias mais longos e escuros de inverno! 🙂

3 thoughts on “Em modo conserva”

  1. hummmm! Que lindos que ficaram!! Nada como o tomate para lembrar o sol, não é?! :))
    Não domino essa coisa do pasteurizar…ainda não investiguei. Normalmente faço quantidades pequeninas para não se estragar. Recomendas alguma fonte de informação?
    Beijinhos

    1. O nome é pomposo, mas a pasteurização caseira não passa de ferver os frascos para criar vacuo e é muito mais facil do que parece!

      eu segui este método: http://economiacadecasa.blogspot.pt/2012/09/pasteirizacao-caseira-molho-de-tomate.html

      quando faço compotas, encho os frascos quentes com a compota tambem quante, tapo e viro “de tampa para baixo”. Deixo ficar assim até arrefecerem e depois guardo. E tem corrido bem…abri á pouco uma compota que fiz à quase 1 ano atrás e estava optima!

  2. Ficaram lindas, as tuas conservas.

    Adoro fazer conservas, faço montes de versões e o Jamie tem umas ideias interessantes no último livro dele “Save with Jamie”

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.