Na máquina de costura tenho alguma chita e bombazine para fazer uma mala. “Será que vai gostar?” é um pensamento que não me abandona a ideia sempre que costuro alguma coisa para oferecer. Depois, faço como se fosse para mim!