Publicado em 5 comentários

Knit-a-long do Casaco Tea Cup – 1ª parte

Hoje começamos a tricotar o nosso casaco Tea Cup!

Têm tudo pronto? Além da lã para tricotar o casaco vamos precisar de alguma lã de desperdicio, eu sugiro que utilizem alguma linha de algodão se tiverem por aí porque é mais facil de retirar depois. O casaco começa com uma montagem provisória que neste video sugiro que utilizem a técnica com agulha de crochet. Podem ver um tutorial detalhado dessa técnica aqui neste artigo do blogue.

Se tiverem duvidas ao escolher o tamanho adequado, aqui fica o meu conselho:  a medida de peito referida no esquema é a do casaco pronto. Para tirarem em vossa medida é só enrolar a fita métrica no peito, por baixo dos braços e ver quantos cm marca. o casaco foi desenhado para ser justinho – escolham o tamanho mais próximo da vossa medida real, ou ligeiramente mais pequena!

Para conseguirem acompanhar o video da melhor forma, comecem por descarregar o esquema completo em pdf  –   Decarrega aqui

Agora que já têm todos os materiais + esquema + tamanho escolhido vamos começar a tricotar:

Publicado em 13 comentários

Apresentação do casaco Tea Cup

Aqui no blogue vamos começar o ano da melhor forma possivel – com um modelo novo + knit-a-long + tutoriais em video!

É com enorme satisfação que vos mostro o meu mais recente modelo de tricot – o casaco Tea Cup. Batizado com o nome do fio que lhe dá vida, é um casaco muito leve e com um detalhe rendado, ondulado e vertical, que lhe acrescenta leveza e fluidez. Perfeito para utilizarmos agora que os dias estão a crescer, para passear ao sol.

É um modelo tricotado de cima para baixo e com um inicio diferente para permitir que a gola acompanhe o casaco continuamente em redor da gola e ao longo das frentes. Começamos por tricotar as partes de trás da gola, depois apanhamos malhas para formar o casaco com aumentos em raglan. Confusa?  Não tem nada que se preocupar – vou mostrar tudinho nos video tutoriais que acompanham este knit-a-long!

Para poder tricotar o seu casaco vai precisar de 4 (para o tamanhos S e M) ou 5 (para o tamanho L) novelos da lã “Tea Cup” da Rosários4, na sua cor preferida. O modelo que mostro foi tricotado na cor 07, mas confesso que as cores 13 e 03 me fazem desejar por um par extra de mãos para tricotar mais 1 casaco em cada cor!

A amostra de referência é de 30 malhas x 38 carreiras, para 10x10cm em ponto jersey com agulhas de 3mm. Podem ter de utilizar uma agulha maior ou menor caso a vossa malha seja mais ou menos apertada – podem ver mais sobre amostras neste artigo. Podem ir preparando tudinho e começamos no próximo dia 24 de janeiro. Entretanto passem pelo grupo do Ravelry a mostrar a cor escolhida!

 

Publicado em Deixe um comentário

KAL Camisola Mosaico – 4ª parte

Hoje partilho o quarto, e ultimo, video tutorial do nosso knit-a-long. Mostro como tricotar as diminuições do decote, as carreiras encurtadas e os vários remates.

Na explicação das carreiras encurtadas mostro o método alemão, que é o meu método preferido. Tenho recebido imensos vídeos a pedir explicações deste método porque aparece em muitos esquemas e a explicação escrita cria bastantes dúvidas. Na realidade a explicação escrita é muito mais complicada que a técnica em si! Como qualquer método de carreiras encurtadas requer alguma atenção, mas eu até acho que este é um dos métodos mais simples e ensino muitas vezes nas minha aulas a alunas de iniciação.

Quando terminarem de tricotar a vossa camisola dediquem algum tempo (e paciência!) a rematar as linhas…sei que é aborrecido, mas para que a possam usar durante muito tempo é importante que fiquem bem feitos. E para finalizar a nossa amiga blocagem que vai transformar a nossa amarrotada camisola, numa peça capaz de arrancar uns bem merecidos -“uau, foste tu que fizeste?!”

Carreguem lá no play e vamos a isto:

Publicado em 2 comentários

KAL Camisola Mosaico – 3ª parte

E chegamos, finalmente, à parte mais divertida desta camisola – vamos brincar com as cores e desenhar o nosso mosaico!

Esta técnica de tricotar com 2 cores, também conhecida como jacquard, é bem mais simples do que parece. No inicio é preciso ter atenção para que a linha da cor não tricotada não fique demasiado apertada, mas assim que lhe “apanhar o jeito” é só diversão! Eu gosto de colocar 1 novelo de cada lado, com uma lã em cada mão e assim nunca tenho fios ensarilhados…um pormenor muito simples mas que faz com que tricotar seja muito mais confortável. Eu sigo a regra de colocar sempre a cor principal na mão direita e a cor de contraste na mão esquerda. Sei que nas primeiras malhas pode parecer estranho ter a lã na mão esquerda mas num instante nos habituamos.

Neste 3º video vou mostrar como unir as mangas e o corpo na mesma agulha circular, como tricotar as diminuições raglan e, claro, como tricotar o desenho em jacquard. Vamos a isso?

Publicado em 2 comentários

Kal camisola Mosaico – 2ª parte

Hoje publico o 2º video do nosso Kal da camisola Mosaico. O esquema escrito está disponível em português e inglês, e podem descarregá-lo no Ravelry ou no site da Rosários4.

O nosso grupo no ravelry tem estado muito activo e eu adoro este espírito de equipa, este companheirismo…passa por lá!

Neste 2º video vou mostrar-vos como tricotar as mangas: montar as malhas, unir para tricotar em circular – magic loop, tricotar o cós, fazer os aumentos e rematar as malhas para a cava. Agora é dar às agulhas e tricotar 2 mangas iguais que, na próxima semana, mostro como unir com o corpo para tricotar o decote. Carrega no play e vamos tricotar:

Publicado em 7 comentários

KAL Camisola Mosaico – 1ª parte

Hoje é dia de lançar o esquema e o 1º video-tutorial do nosso kal de Outono, a camisola Mosaico. O esquema está disponível em português e inglês, e podem descarregá-lo no Ravelry ou no site da Rosários4. O esquema tem as instruções completas para tricotar a camisola e eu vou lançar 4 video-tutoriais com todos os passos.

Neste 1º video vou mostrar-vos como montar as malhas, unir para tricotar em circular, tricotar o cós, tricotar o corpo, fazer as diminuições para a cintura e no final rematar as malhas para a cava. Assim, podem tricotar o corpo inteiro da camisola! Depois o corpo ficará em espera para começarmos as mangas na próxima semana.

Entretanto venham partilhar os vossos progressos no nosso grupo. Eu estarei também por lá para tirar duvidas e mostrar a minha mini-camisola também!

Antes de começarem a tricotar não se esqueçam de fazer uma amostra…e não sejam “forretas”…o tempo dispensado a fazer uma boa amostra é menos tempo perdido a desmanchar! Se tiverem duvidas sobre o numero de agulhas a utilizar façam 2 amostras, com agulhas diferentes e depois escolhem. Eu fiz várias amostras e a que gostei mais (e que utilizei depois na camisola) foi com agulhas 3,5mm e resultou em 20malhas x 10cm. Devem utilizar as agulhas que, no vosso ponto, vos dêem este valor de amostra. Podem ver mais dicas sobre amostras num post bem antiguinho aqui do blogue…mas que nunca passa de moda!

Agora que já temos as lãs e as agulhas a postos, toca a carregar no play:

Publicado em 26 comentários

KAL Camisola Mosaico

O outono está a chegar e, com ele, a vontade de tricotar camisolas. Ontem enquanto percorria as estradas junto ao “meu” Douro, percebi o quanto as cores desta camisola combinam com as outonais folhas de videira alaranjadas. Tive a certeza que este é, sem duvida, o projecto ideal para acolher o fresco outonal (embora este esteja a tardar em chegar!).

Mas eu sei que tricotar sozinha nunca tem tanta piada como tricotar em conjunto. É muito mais divertido quando podemos partilhar os nossos progressos, as nossas conquistas e ter ajuda para resolver todas as duvidas. E foi a pensar neste companheirismo que resolvi lançar este “Knit-a-long” de outono. Vamos tricotar a camisola Mosaico todas juntas e partilhar tudinho no nosso grupo no Ravelry.

Esta camisola foi desenhada para ser muito confortável. Está tricotadas com fio TEC – total easy care , da Rosários4, 100% lã (mas que podem lavar e secar na máquina). Está decorada com um desenho de cor contrastante inspirado nos padrões do tradicional mosaico hidráulico. É tricotada de baixo para cima, em circular e sem costuras. O corpo e as mangas são tricotadas em circular, pelo lado do direito até à altura das cavas. Em seguida, todas as partes são unidas na mesma agulha circular para tricotar o decote.

Mas, ainda assim, achei que este projecto podia ser algo mais e, por isso, resolvi preparar 4 video-tutoriais com o passo-a-passo completo para tricotar esta camisola….nunca resisto! Assim, além de ser um projecto muito giro, para tricotar com as amigas (reais e virtuais) passa a ser também um mini-curso sobre como tricotar uma camisola sem costuras.

Vou mostrar como montar as malhas, tricotar em circular, diminuir, aumentar, unir mangas e corpo, raglan, jacquard (ou fair isle/ stranded colorwork), carreiras encurtadas…tudo, mesmo tudo que precisam saber para tricotar esta camisola do principio ao fim.

Vamos às compras? Vão precisar de 8 (9, 10) novelos TEC Rosários 4 –  na cor principal (eu usei a 09) + 2 (2, 2) novelos TEC Rosários 4 – na cor de contraste (eu usei a 02). As quantidades correspondem aos tamanhos S, M, L [86 (95, 105) cm de contorno de peito].

Na camisola da foto foi utilizada a cor 09 no corpo e a cor 02 no decote, mas acho que no corpo também podem resultar muito bem as cores: 30, 32, 23, 06, 33, 34, 07, 26 e 11. Para o decote as minhas preferidas são: 01, 03 e a 29. As test-knitters que me ajudaram imenso neste projecto tricotaram uma versão com as cores 30 + 01, e outra nas cores 34 + 35 e gosto muito do resultado em ambas as versões. Passem lá pelo grupo para dizer olá e para nos contarem tudinho sobre as cores que vão escolher! Eu vou passar por lá para vos contar as cores que vou usar nos vídeos….

O esquema e o primeiro vídeo saem já na próxima sexta-feira dia 3 e começamos logo a tricotar o corpo da camisola. Preparem as agulhas!

Publicado em 16 comentários

Gorro e botinhas para bebés XXS

A XXS, Associação Portuguesa de Apoio ao Bebé Prematuro acaba de lançar a 2ª Campanha “XXS-XXL, Pequeno no Tamanho, Grande no Coração”, que tem como objetivo contribuir para dotar as Unidades de Cuidados Intensivos Neonatais de todo o País, de material de conforto necessário para estes bebés. Os gorros e botinhas vão permitir manter os bebés quentinhos e ajudar a promover o vínculo afectivo com os seus pais, através do Método Canguru (também conhecido como “contacto pele a pele”). Este método consiste no contacto, precoce, prolongado e o mais contínuo possível, de pele com pele, entre os pais e o bebé, permitindo um maior envolvimento no cuidado ao recém-nascido. Este bebés de baixo peso têm ainda mais tendência para arrefecer as extremidades do seu frágil corpinho e, por isso, estas peças ajudam a que se mantenham a uma temperatura estável – giros e confortáveis!

Já podem imaginar que no mesmo minuto em que esta campanha me foi apresentada, eu aceitei colaborar e me envolvi de coração cheio. Rapidamente percebi que estes gorros e botinhas iam aquecer não só os bebés XXS, mas também os corações dos seus pais, irmãos, família, amigos e profissionais de saúde que os acompanham dia-a-dia nas Unidades de Cuidados Intensivos Neonatais. Ora, só com o meu par de mãos não ia longe e por isso, preciso que se juntem a mim nesta campanha! Desenhei os modelos, escrevi as instruções e a agência Final Solution paginou o nosso “Pequeno Manual de Grandes Ações”, onde encontram as instruções necessárias para tricotar os gorros e as botinhas para a campanha.

Descarrega aqui: Pequeno Manual de Grandes Acções

Desenhei modelos muito simples, tricotados com base num rectângulo em malha de liga – apto para todos os níveis de tricotadeiras…mesmo para as que aprenderam hoje, agora mesmo! O ponto mousse pode ser tricotados sempre em meia ou sempre em liga, como for mais cómodo para vocês, e as medidas destas peças são tão pequeninas que é um óptimo projecto para andar na mala. Podem tricotar em qualquer lado e qualquer pequena espera pode acabar a aquecer um bebé XXS!

Mas, além das instruções, já sabem que não resisto e a mostrar como se faz e, por isso, preparei 2 video-tutoriais onde mostro como executar os gorros e as botinhas XXS em pormenor, desde a montagem das malhas aos remates finais. Também falo sobre algumas recomendações especiais: uma vez que estas peças serão utilizadas por bebés em Unidades de Cuidados Intensivos Neonatais, é muito importante que sejam tricotadas em algodão ou fibras anti-alérgicas, adequadas para bebés e sem pelo. Estas peças serão sujeitas a lavagens intensivas e muito frequentes, por isso, optem por fibras de qualidade – com apenas um novelo conseguem completar vários conjuntos! Sempre que possível, escolham cores neutras, que sirvam para meninas e meninos, porque isso facilita muito a gestão de stock por parte dos hospitais. Eu testei com sucesso as lãs gentilmente doadas pela Rosários4 para esta campanha: “carícia”, “be cool” e o algodão “for nature”, e gostei muito do resultado (não deformaram mesmo quando os lavei a 90ºC na máquina de lavar!).

Agora toca a dar ás agulhas que a entrega dos gorros e botinhas deve ser feita até ao dia 17 de novembro (dia em que é celebrado o Dia Mundial da Prematuridade) em qualquer uma das 12 lojas Knot espalhadas pelo país, ou na sede da associação XXS (na Maternidade Alfredo da Costa). A Nestlé, também parceira nesta iniciativa, irá posteriormente recolher o material e entregar junto de todas as Unidades de Cuidados Intensivos Neonatais de todo o país.

Juntam-se a mim?

Publicado em 9 comentários

Camisola Capuccino

Estou muito entusiasmada de te mostrar o tutorial de hoje porque junta duas das minhas grandes paixões: o tricot e os bordados! Além disso, é utilizado num esquema muito especial: a camisola Capuccino – desenhada por mim, com inspiração nas tradicionais (e muita giras!) camisolas Poveiras.

Disponível aqui

Foi desenhada para ser muito feminina, mais ajustada, mas mantendo as características mais tradicionais das camisolas dos pescadores: o decote frontal vertical, o cós com ponto ziguezague e malha de mousse, o encaixe das mangas e os tradicionais bordados. Os bordados ganharam mais delicadeza e foram estrategicamente colocados para acentuar a silhueta, mas mantendo os desenhos originais.

Disponível aqui

A camisola é tricotada de baixo para cima e sem costuras. O corpo é tricotado em circular, pelo lado do direito (sempre em meia), até à altura das cavas. Em seguida, separam-se as frentes e costas que se tricotam em idas e voltas até à altura dos ombros. As mangas são tricotadas desde as malhas apanhadas na cava para os punhos, também em circular e pelo lado do direito. A gola é formada a partir de malhas apanhadas ao redor do decote e, no final, são bordados os desenhos em ponto de cruz sobre a malha.

O esquema completo está disponível no Ravelry e no site da Rosários4.

Agora imagino que fiques com duvidas como bordar ponto-de-cruz sobre a malha e, para ajudar, preparei um video-tutorial…é mais simples do que parece, atreves-te?

Nesta camisola utilizei a lã com o mesmo nome, “Capuccino” da Rosários4. Uma lã muito leve e macia, composta por 70%lã extra fina + 30% fibra de leite.

Publicado em 8 comentários

Carreiras encurtadas – abraçar e virar (wrap and turn)

E o verão passou num pulinho e já estamos com o pé no outono. Se forem como eu também já aproveitam as noites mais frescas para uns bons tricots + infusão de lúcia-lima + Gisela João no spotify…acertei?

A técnica que vos vou mostrar hoje é muito utilizada nas carreiras encurtadas, mas a tradução para português  ainda deixa muitas duvidas. Em inglês chama-se “wrap and turn” e eu traduzo para – abraçar e virar. Gosto do termo abraçar (muito mais que embrulhar ou outro sinónimo) e gosto de depois poder falar de apanhar abraços! Já tinha mostrado aqui no blogue como fazer esta técnica em ponto mousse e hoje vou mostrar em ponto jersey, ou meia. Neste ponto temos necessidade de apanhar os abraços para não deixar marcas visíveis lado do direito do trabalho. É um pouco mais trabalhoso, mas como sempre eu explico tudinho em seguida:

Neste video utilizo a lã “Capuccino” da Rosários 4 na cor 19 e agulhas circulares Addi Lace nº 4,5.